quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

O BATE PAPO MAIS CARO DA HISTÓRIA


Fui criado no bairro Jardim Alvorada, e morava nos fundos da casa dos meus avós maternos ( meus pais ainda moram lá) , nunca tivemos tv a cabo em casa ( computador e internet então, era um sonho muito, mas muito distante... tipo o homem chegando ao sistema Alpha Centauri , e não, não é vitimismo) por dois motivos. O 1º é que a grana ( renda familiar ) mal dava para manter a casa , o 2º motivo é que, pelo que me lembro, esse serviço NÃO chegava na rua de casa. Chegava na rua de baixo, mas não na nossa rua. E sei lá o motivo disso.
Dito isso, só vi "F.R.I.E.N.D.S" quando passou no SBT com título de "AMIGOS" no final dos anos 90 e começo dos anos 2000, gostei da série e fiquei anos sem ver. Fui, finalmente, ver a série completa somente no final dos anos 2000 com o advento da maravilha do "torrent", achei o final sensacional e me lembro de dar muita risada e constatar que tinha ficado muito fã daqueles jovens que bebiam café no tal "Central Perk". Ainda empolgado, fui ver as duas temporadas da série derivada intitulada "Joey" cujo o personagem principal era o mais carismático daquela série que tinha aprendido a amar.
"Joey" foi um desastre total, não por causa do ator Matt LeBlanc e sim pelo roteiro que descaracterizou completamente um personagem que era o coração da série em que tinha sido apresentado. Depois disso, vi os esforços de cada membro do elenco original em suas empreitadas solo. Poucos conseguiram se manter com o mesmo sucesso que tinham antes, ainda que as reprises e os direitos da série "F.R.I.E.N.D.S" renda a cada um dos seis protagonistas NO MÍNIMO U$ 20 milhões por ano. Tudo isso, com o público praticamente se humilhando e pedindo por um mísero especial de natal ou qualquer outro especial ROTEIRIZADO que se seja minimamente descente.
Poucos encontros com o elenco original foram feitos desde que a série acabou em 2004, de novo, mesmo com o público pedindo de joelhos e, eis que, em 2020, com a eminente chegada do serviço de streaming da Warner através da HBO ( demorou já que a NETFLIX reina há anos) , o elenco original resolveu se reunir para um especial NÃO roteirizado que será exibido exclusivamente para essa plataforma. Sério ? E tem fã que cai nessa e aceita essa migalha ? Na minha época isso era áudio comentário de DVD e isso era obrigação em certas obras. Mesmo que isso seja apenas um termômetro para um eventual especial ROTEIRIZADO, esse especial me cheira, sim, a um termômetro da série ( e da fama dos atores do elenco original ) em um dos bate papos mais caros da história da tv. Os verdadeiros fãs da série, esses que assistem as reprises e que assinam serviços de tv a cabo e streaming, compram camisetas, canecas, copos, almofadas e demais acessórios mereciam mais.
Post Anterior
Próximo Post

Sobre o Autor

O 1º TAKE é um espaço criado para dividir com os leitores assuntos interessantes sobre música,séries, cinema, teatro e arte em geral. Blog editado pelo louco Walther Jr. ,um espectador apaixonado por cinema,teatro,música,cerveja, vinho,pizza,pão na chapa,churrasco,lasanha,empada,pão de queijo... Ou seja,sou normal como todo mundo, não esperem nada profissional por aqui. Forte abraço e um viva a sétima arte.

0 comentários: